Crimes cibernéticos são tema de palestra para alunos do Colégio Sacramentinas, em Salvador

Central Integrada de Comunicação Social

19/05/2015 11:49:27

Redatora: Aline D’Eça (MTb-BA 2594)

Cerca de 700 estudantes dos ensinos fundamental e médio do Colégio Sacramentinas, localizado no bairro do Garcia, em Salvador, foram orientados sobre os perigos dos crimes cibernéticos durante palestra realizada ontem, dia 18, pelo promotor de Justiça Fabrício Patury, coordenador do Núcleo de Investigação em Crimes Cibernéticos (Nucciber). Foram realizadas três apresentações para os alunos, com faixa etária entre 10 e 18 anos, em que o promotor falou sobre a nova sociedade informática, a importância da capacitação para não se tornar vítima de crimes virtuais e sobre a internet das coisas, que conecta relógios inteligentes, geladeiras, carros, dentre outras novidades.

“A Internet é um meio fundamental para todos nós, mas é preciso usá-la de forma responsável e com ética”, afirmou Fabrício Patury para os estudantes, alertando que é preciso sempre pensar antes da postagem de informações. Ele falou, ainda, sobre as condutas delitivas mais praticadas pelos jovens – como o sextting, cyberbullying, racismo, sites e mensagens de e-mails com conteúdos ofensivos – e destacou a responsabilidade civil, penal e administrativa destes tipos de condutas. Segundo o coordenador do Nucciber, dados de pesquisa da Unicamp revelam que 90% dos adolescentes que praticam o bullying sabem das consequências de seus atos, 46% dizem sentir satisfação com esse tipo de “brincadeira” e outros 9% adotam a prática por vingança.

Outra novidade abordada na palestra foi sobre o mundo dos jogos virtuais. O promotor afirmou que “jogar online não é só brincadeira de criança”, pois adultos também aderiram à prática como forma de diversão ou de trabalho, o que também despertou o interesse dos cibercriminosos, que se aproveitam para extrair benefícios da vítima, seja através de um phishing até um ataque mais aprimorado ao idealizador do jogo. Além disso, foram apresentados vídeos educativos, um caso prático de investigação cibernética e outros recursos e estratégias voltadas à prevenção.

Cecom/MP – Telefones: (71) 3103-0446/ 0449/ 0448/ 0499/ 6502

Fonte: http://mpba.mp.br/visualizar.asp?cont=6146

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *