Informações pessoais em Perguntas de Segurança

Descrição

“Qual é a sua comida favorita?”, “Qual o nome do seu animal de estimação?”, “Qual o nome do seu primeiro professor?”. Com certeza você já viu algumas dessas perguntas ou até mesmo já respondeu uma delas ao se cadastrar em algum site. Esses são exemplos de “perguntas de segurança”, um método utilizado por alguns sites para permitir a recuperação de senhas.

Criadas para serem fáceis de lembrar pelos donos das contas, elas precisam ser difíceis de serem respondidas por outros. No entanto, com a popularização da Internet, a grande quantidade de informações divulgadas espontaneamente em redes sociais e os problemas trazidos por vazamentos de dados, algumas respostas podem ser descobertas com facilidade. 

Dessa maneira, se um site pedir o cadastro de uma pergunta de segurança, siga as seguintes dicas:
– escolha perguntas cujas respostas não são fáceis de adivinhar;
– se o site permitir, crie suas próprias perguntas;
– escolha respostas que não podem ser descobertas a partir de informações disponíveis publicamente.

Ainda assim, é recomendável que outros meios de recuperação de senhas sejam configurados, como um endereço de e-mail. Lembre-se também de habilitar a verificação em duas etapas, dessa forma, mesmo que alguém consiga descobrir ou recuperar sua senha, terá dificuldades em acessar sua conta, pois necessitará de outras formas de autenticação, além da senha. 

Saiba mais:
https://cartilha.cert.br/fasciculos/#senhas

https://cartilha.cert.br/fasciculos/#verificacao-duas-etapas

Tema sugerido por Fabio Storino (https://br.linkedin.com/in/fabio-storino)

Descrição do vídeo

O vídeo começa com a frase “Vai criar uma conta em um site?”, mostrando um senhor de cabelos e cavanhaque acinzentados em frente a um computador. Ele está preenchendo campos de um site para criar uma conta.

A cena muda e aparece na tela do computador a pergunta de segurança “Qual é o nome do seu cachorro?”. O homem preenche colocando “Bob”. Acima dele a frase “E precisa preencher uma pergunta de segurança?”.

Na terceira cena, o homem permanece no mesmo lugar e lembra de uma publicação que fez com o seu cachorro Bob em uma rede social. Então aparece a frase “Não use informações pessoais que estão públicas”. Avaliando a situação, ele opta por colocar o nome completo do cão: Bob Bartholomeu III.

O vídeo termina com um ladrão mexendo em um computador e tentando recuperar a senha da conta desse senhor. Ele coloca o nome do cachorro que viu no perfil dele na rede social, mas a resposta não confere. O ladrão, dessa forma, não consegue acessar a conta. A frase final é “Evite que roubem sua conta”.

Fonte: NIC.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.