Quatro acusados de ligação com pedofilia na internet são presos em Praia Grande

Operação Resgate foi deflagrada pela PF nesta manhã e envolveu 50 agentes federais

Por: José Claudio Pimentel

Em 22 de março de 2017

Quatro pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira (22) pela Polícia Federal, em Praia Grande, durante operação contra pedofilia. Os alvos são resultado de investigação que identificou suspeitos de produzir e distribuir arquivos contendo abuso sexual de crianças e adolescentes em um site internacional.

A Operação Resgate foi deflagrada no amanhecer para executar cinco mandados de busca e apreensão em endereços distintos e quatro de prisão preventiva, todos na cidade. Todas ordens, autorizadas pela Justiça Federal, foram cumpridas. Inicialmente, a PF informou que além dos quatro presos, outros dois foram detidos em flagrante. No início da tarde, o órgão esclareceu que as demais prisões não se confirmaram.

As investigações foram iniciadas em janeiro depois que agentes federais identificaram que a distribuição do material ilegal partia de locais em Praia Grande. Entre os quatro suspeitos inicialmente identificados, apurou-se que eles teriam envolvimento com o estupro de crianças do próprio convívio.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, todos os endereços são residências e eram utilizados como fontes de compartilhamento desse material na internet. Os investigados, que não tiveram a identidade revelada, vão responder pela prática de crimes previstos em três artigos do Código Penal e do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Pelo menos 50 agentes foram mobilizados durante a deflagração da operação. Os acusados foram levados para a Delegacia da Polícia Federal no Centro de Santos, onde permanecerão presos. Foram apreendidos bens pessoais e computadores contendo material ilícito.

 Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/policia/seis-acusados-de-ligacao-com-pedofilia-na-internet-sao-presos-pela-pf-em-praia-grande/?cHash=ac11a4dd4f029dedc9ea83b3561d8086

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *