MP realiza 4ª Conferência Tecnologia e Infância

O Ministério Público estadual promove, no dia 8, das 9h às 12h, a 4ª Conferência Tecnologia e Infância. O evento reúne, em transmissão online, especialistas que vão abordar o uso excessivo ou inadequado de aparelhos eletrônicos, como celular, tablet, videogame e TV, por crianças e adolescentes, e os possíveis danos ao desenvolvimento físico e mental. Realizada em parceria pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), pelos Centros de Apoio Operacional da Criança e do Adolescente (Cacoa), de Defesa da Educação (Ceduc), da Saúde (Cesau) e pelo Núcleo de Combate aos Crimes Cibernéticos (Nucciber), a conferência é voltada para membros do MP, servidores e estagiários, além de órgãos da rede de proteção e sociedade civil. Para se inscrever ou se informar mais sobre o evento e sua programação, interessados podem acessar o site da conferência.

Quase metade das crianças brasileiras usa um dispositivo conectado pela primeira vez antes dos seis anos e mais de 70% ganha seu primeiro smartphone ou tablet antes de completar 10 anos, segundo o estudo “Crianças Digitais”, realizado pela empresa de cibersegurança Kaspersky em parceria com a consultoria de pesquisa Corp. Preocupados com os efeitos dessa exposição precoce, a 4ª Conferência Tecnologia e Infância busca aproveitar esse momento para analisar os impactos da tecnologia na saúde e no desenvolvimento psicossocial de crianças e adolescentes.O evento conta com a participação da coordenadora e do advogado do Programa Criança e Consumo do Instituto Alana, Maria Góes de Mello e João Francisco de Aguiar Coelho, que vão abordar a comunicação mercadológica e a exposição da imagem de crianças e adolescentes no ambiente digital, e do psiquiatra coordenador do Programa de Saúde Mental e Bem-estar da Universidade Federal da Bahia, Marcelo Veras, também autor dos livros A loucura entre nós e Selfie, logo existo. 

Redator: Sarah Cardoso – Estagiária de Jornalismo sob supervisão de George Brito (DRT-Ba 2927)

Cecom/MP – Telefones: (71) 3103-0446 / 0449 / 0448 / 0499 / 6502

Fonte: https://www.mpba.mp.br/noticia/59193

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.