GNCOC: interceptação telemática e bloqueio de celulares em presídios foram pauta de encontro

A instalação de bloqueadores de celulares e internet nos presídios e o avanço para interceptação de comunicações telemáticas estiveram entre os temas mais debatidos da reunião do Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), que ocorreu nesta quinta-feira, 16 de março, em Porto Alegre. Membros do MP de diversas regiões do Brasil estão na capital gaúcha para debater ações no enfrentamento da criminalidade e trocar experiências de atuação nesta área. A programação da reunião prossegue nesta sexta-feira, 17, com um seminário que dará continuidade aos debates realizados na capital gaúcha.

Em sua manifestação durante a reunião, o presidente do GNCOC e procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles, ressaltou que, apesar da existência de mecanismos para o monitoramento das comunicações via smartphone, a instalação dos bloqueadores de celulares nos presídios deve ser uma medida prioritária. “A contratação do serviço para os bloqueadores já faz parte do Plano Nacional de Segurança do Governo Federal e foi defendida como prioridade pelos representantes do Ministério Público em encontros com integrantes do Governo Federal”, pontuou Dornelles.

PALESTRAS
Durante o encontro do GNCOC em Porto Alegre, coordenado pelo secretário-executivo do grupo e coordenador do Núcleo de Inteligência do MP (Nimp), Diego Rosito de Vilas, membros do Ministério Público apresentaram trabalhos desenvolvidos em suas Instituições na área da inteligência e segurança institucional. Foram palestrantes do evento Flávio Duarte (MPRS); Fabrício Rabelo Patury (MPBA), Peterson Queiroz Araújo (MPMG), Sidney Eloy Dalabrida (MPSC), Sebastião José Pena Filho Brasil (MPSP), Octávio Celso Gondim Paulo Neto (MPPB), Claucio Cardoso da Conceição (MPRJ). Também palestraram no encontro Regina Maria De Luca (gerente Executiva de Inteligência e Segurança Corporativa da Petrobras), Alberto Pinheiro Neto (consultor da Presidência da Petrobras), Marcelino Guedes Mosqueira Gomes (assessor da Presidência Da Transpetro)

Também participaram do encontro, representando o MPRS, o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Paulo Emilio J. Barbosa; o subprocurador-geral para Assuntos Institucionais, Fabiano Dallazen,; o coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, Luciano Vaccaro; além dos promotores que atuam na área criminal Ricardo Herbstrich, Marcelo Tubino, Reginaldo Freitas da Silva, Gerson Daiello, João Beltrame e Josiene Menezes Paim.

Fonte: http://www.mprs.mp.br/imprensa/noticias/id43715.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *